19 junho 2017

Numa noite escura

“Nossa tragédia consiste em que apesar de vermos claramente a futilidade do que desejamos, continuamos a desejá-lo só por causa do desejo. A paixão passa a ser o nosso prazer, e a razão seu instrumento. Sua função pervertida será, então, criar ídolos, isto é, ficções, a que podemos dedicar a adoração do amor e do ódio, a alegria e a angústia, a esperança e o terror.
Desse cativeiro não há libertação natural. A própria razão, capaz de livrar-se, passa de fato a devotar-se ao serviço da paixão, e isso é o pecado original. Só a fé e a graça, só a irrupção do sobrenatural em nossa vida pode fazer que a razão quebre as teias da paixão.”
(Itatiaia, 1999), pág. 43
_____________________
 
In a dark night
“Our tragedy consists in this: that although our reason may be capable of showing us clearly the futility of what we desire, we continue to desire it for the sake of the desire. Passion itself is our pleasure. Reason then becomes the instrument of passion. Its perverted function is to create idols –that is, fictions- to which we can dedicate the worship of love and hatred, joy and anguish, hope and fear.
From this servitude there is no natural deliverance. Reason itself, which has the power to free itself from passion, has in fact devoted itself in advance to the service of passion: and that is what we call original sin. It takes faith and grace, it takes the irruption into our life of the supernatural order, for the web of passion to be finally broken by our reason.”
Ascent to truth
(Harvest Book, San Diego, New York, London, 1981), p. 49

En una noche oscura
“Nuestra tragedia consiste en que aunque vemos claramente la futilidad de lo que deseamos, continuamos a desearlo por el mero deseo. La pasión es nuestro placer. La razón se torna el instrumento de la pasión. Su función pervertida es crear ídolos –o sea, ficciones- a los que podemos dedicar la adoración de amor y odio, alegría y angustia, a esperanza y miedo.
De este cautiverio no hay liberación natural. La misma razón, capaz de liberarse de la pasión, de hecho se dedicó de antemano al servicio de la pasión: ello es lo que llamamos pecado original. Son necesarias fe y gracia, es necesaria la irrupción en nuestra vida de lo sobrenatural para que la razón rompa la telaraña de la pasión.”
El ascenso a la verdad
Traducción – SAFTM - Brasil

12 junho 2017

Forças poderosas (parte 3 - final)

“Três coisas sobre o comunismo: 1º, suas técnicas são tremendamente eficazes, em certo sentido, Seu maquinismo é equipado para uma única função, uma única: apossar-se do poder. (...). A ideologia é tão flexível que pode mudar inteiramente da noite para o dia (...). Os Vermelhos têm o dom de fazer com que eles próprios acreditem no que querem.

O 2º fato sobre o comunismo: possui formidável ascendência sobre aqueles que de fato se dedicam a ele Há milhões que acreditam realmente no comunismo, que estão unidos atrás de seus chefes, por mais corruptos que sejam, e com a plena convicção de estarem certos e de tudo mais ser ilusão. (...)

Finalmente e mais importante: o comunismo voga a favor da corrente e já que estamos vivendo num tempo de mudanças caóticas, é muito mais fácil destruir do que sustentar aquilo que se mantém há séculos. Por conseguinte é bem mais fácil para o comunismo predizer vitórias e consegui-las pois são quase inteiramente destrutivas. Cada ‘vitória’ arrasta para o redil do comunismo novos milhões de pessoas desprotegidas que pouco ou nada têm a perder com a mudança, pois nada possuem em primeiro lugar. Não será coisa difícil angariar seus apoio entusiástico e instilar-lhes a convicção de que agora estão realmente ‘ganhando uma posição’.

Qual a posição do monge diante desta grande corrente destruidora?.”

(Itatiaia, 1962), pág. 41-43

05 junho 2017

Forças poderosas (parte 2)

“Atrás e para além da ação de forças criadas, humanas ou sobre-humanas, sabemos que a Suprema Sabedoria de Deus está trabalhando inexoravelmente, através desses agentes em luta uns contra os outros, para uma solução que transcende os interesses particulares de vários grupos ou porções da humanidade. O monge, oculto no Mistério de Cristo precisa ser de todos os homens o mais consciente da secreta ação da divina vontade. Com toda a certeza ele o será se for um homem de sacrifício, de coração puro, e um homem capaz de oração.”
(Itatiaia, 1962), pág. 41


_____________________

Powerful forces (part 2)
"Behind and beyond the workings of created forces, whether human or superhuman, we know that the Supreme Wisdom of God is working inexorably, through all these agents in combat with one another, for a solution that transcends the particularized interests of various groups and sections of the humankind. The monk, hidden in the Mystery of Christ, has to be, of all men, the most aware of the secret workings of the divine will. He will certainly be if he is a man of sacrifice, pure of heart, and a man capable of prayer."
The Monastic Journey
Translation – SAFTM - Brazil


Fuerzas poderosas (parte 2)
“Detrás y más allá de la acción de fuerzas creadas, humanas o sobrehumanas, sabemos que la Suprema Sabiduría de Dios está trabajando inexorablemente, a través de esos agentes en lucha unos contra otros, por una solución que trasciende los intereses particulares de varios grupos o sectores de la humanidad. El monje, oculto en el Misterio de Cristo, tiene que ser, de todos los hombres, el más consciente de la secreta acción de la voluntad divina. Seguramente lo será si es un hombre de sacrificio, de corazón puro y un hombre capaz de oración.”
El camino monástico
Traducción – SAFTM - Brasil

29 maio 2017

Forças poderosas (parte 1)

“A transformação por que passará o mundo não será apenas política. Na verdade é uma ilusão pensar que as forças que trabalham em nossa sociedade moderna são, sobretudo, políticas. Os grandes movimentos políticos atuais, tão complexos e tantas vezes aparentemente sem sentido, são a cortina de fumaça atrás da qual se desenrolam as manobras de uma guerra espiritual grande demais para ser travada pelos homens em qualquer plano humano. (...) Os políticos não passam de instrumentos de forças que eles próprios ignoram. São forças mais poderosas e mais espirituais do que o homem.”

Espiritualidade, contemplação e paz
(Itatiaia, 1962) pág. 41

___________________________________

Powerful forces (part 1)
“The transformation through which the world must pass will not be merely political. It is indeed an illusion to think that the forces that are at work in our modern society are, above all, political. The great political movements of our time, so complex and so often apparently so meaningless, are the smoke screen behind which are developing the evolutions of a spiritual war too great for men to wage by any human plan. (...)The politicians are only the instruments of forces that they themselves ignore. These forces are more powerful and more spiritual than man.”
The Monastic Journey
(ed. Sheed Andrews, 1977)

Fuerzas poderosas (parte 1)
“La transformación que vivirá el mundo no será únicamente política. En realidad, es una ilusión pensar que as fuerzas que actúan en nuestra sociedad moderna son antes que nada políticas. Los grandes movimientos políticos de hoy, tan complejos y a menudo aparentemente sin sentido, son la cortina de humo detrás de la cual se están desarrollando las maniobras de una guerra espiritual demasiado grande para que la libren los hombres en cualquier plano humano. (...)Los políticos no son más que instrumentos de fuerzas que ellos mismos ignoran. Se trata de fuerzas más poderosas y más espirituales que el hombre.”
Traducción SAFTM - Brasil

22 maio 2017

O caminho da contemplação

“Discernimento e renúncia (krisis e apátheia) são duas características da alma cristã madura. Não são ainda as marcas do místico, mas testemunham a passagem do estágio de principiante para entrar no caminho da contemplação.”

Ascensão para a verdade
(Itatiaia, 1999) pág. 29
___________________________________

The contemplation path
Discernment and detachment (krisis and apatheia) are two characters of the mature Christian soul. They are not yet the mark of a mystic, but they bear witness that one is travelling the right way to mystical contemplation and that the stage of beginners is passed.
The ascent to truth
(Burns & Oats, 1991) p.22

El camino de la contemplación
Discernimiento y desprendimiento (krisis y apatheia) son dos características del alma cristiana madura. Aún no son la marca del místico, pero dan testimonio de que se estácaminando por el camino correcto hacia la contemplación mística y que se dejó atrás la etapa de principiante.
Ascenso a la verdad 
Traducción SAFTM - Brasil