17 julho 2017

A diferença

“Há uma diferença entre amar os homens em Deus e amar a Deus nos homens. Os dois amores são a mesma coisa: São caridade, que tem Deus por objeto e que, nos dois atos, O atinge diretamente. Há, contudo, uma significativa diferença de ênfase, uma diferença de ‘foco’, que dá aos dois atos um caráter diverso. A vida em que nós amamos Deus nos homens é necessariamente uma vida ativa. Mas a contemplativa ama os homens em Deus.”
(Verus, 2003), pág. 150


The difference

 “There is a difference between loving men in God and loving God in men. The two loves are the same: they are charity, which has God for its object and which, by either act, attains directly to Him. Yet there is a significant difference in emphasis, a difference of ‘focus’ that gives these two acts a different character. A life in which we love God in men is necessarily an active life. But the contemplative loves men in God.”
No man is an island,
 (Harvest Book, 1995), p. 193

La diferencia

 “Hay una diferencia entre amar a los hombres en Dios y amar a Dios en los hombres. Ambos amores son la misma cosa: son caridad, que tiene a Dios por objeto y que, en los dos actos, Le alcanza directamente. Sin embargo, hay una significativa diferencia de énfasis, una diferencia de ‘foco’, que da a los dos actos carácter diverso. La vida en la cual amamos a Dios en los hombres es necesariamente vida activa. Pero la contemplativa ama a los hombres en Dios.”
Los hombres no son islas,

Traducción – SAFTM Brasil 150

Nenhum comentário: