10 dezembro 2006

Thomas Merton: 31-01-1915 — 10-12-1968

SENHOR, MEU DEUS, não sei para onde vou. Não vejo o caminho diante de mim. Não posso saber com certeza onde terminará. Nem sequer, em realidade, me conheço, e o fato de pensar que estou seguindo a Tua vontade não significa que, em verdade, o esteja fazendo.

Mas creio que o desejo de Te agradar Te agrada realmente. E espero ter esse desejo em tudo que faço. Espero que jamais farei algo de contrário a esse desejo. E sei que, se assim fizer, Tu me hás de conduzir pelo caminho certo, embora eu nada saiba a esse respeito.

Portanto, sempre hei de confiar em Ti, ainda que me pareça estar perdido e nas sombras da morte. Não hei de temer, pois estás sempre comigo e nunca me abandonarás, para que eu enfrente sozinho os perigos que me cercam.

Na liberdade da solidão, Thomas Merton

4 comentários:

Anônimo disse...

por essa oração dá para ver que Merton refletia profundamente sobre livros como a Imitação de Cristo. É só olhar no Livro 3o. capitulo XVIII.

H K Merton disse...

Essa é uma das melhores orações que eu conheço. Mesmo católica, tem uma "quê" de universalista.

Por causa dela é que virei "fã" do grande Thomas.

Convido a todos para me visitarem no meu blog:

www.sounada.blogspot.com

Ir. Deuceli disse...

Meu primeiro contato com Thomas Merton foi o livro "Novas sementes de contemplação"... e aí não parei mais. Suas palavras sempre fizeram eco em mim porque buscava algo de mais profundo. Não queria viver na superficialidade de uma vida sem sentido. Hoje, quando li a oração senti o quanto ele buscava um encontro verdadeiro com Deus... ele queria estar no lugar que Deus sonhava para ele. Lembro-me, neste momento, de uma frase linda dele que diz: "Não aceitar, não amar e não fazer a vontade de Deus é recusar a plenitude da minha existência". São palavras que não podem passar desapercebidas por aqueles que lêem seus escritos porque nos convocam a buscar nosso lugar neste mundo... e sermos felizes!

Anônimo disse...

Todas as reflexões de Merton são extremamente profundas e repletas de sentido. Parabéns aos organizadores e a todos que colaboram com este BLOG, tornando assim, mais fácil e acessível os escritos legados por Merton.
Parabéns.