22 abril 2014

A Vontade de Deus

“A santidade não consiste apenas em fazer a vontade de Deus. Ela está em querer a vontade de Deus. Pois santidade é união com Deus, e nem todos os que executam a Sua vontade estão unidos a ela.

(...) Mas, para querer o que Ele quer, devemos começar por saber alguma coisa do que Ele deseja. Cumpre-nos pelo menos desejar conhecer o que Ele quer.

(...) Ele deseja que obedeçamos a tudo que Ele ordena, que nada façamos do que Ele proibiu, que queiramos o que Ele deseja que queiramos e rejeitemos tudo o que Ele deseja que rejeitemos.

Homem Algum é uma Ilha, Thomas Merton (Verus Editora, Campinas), 2003. p. 62.

Um comentário:

Fernando Paiser disse...

Nestes dias estava meditando sobre a parábola do bom samaritano e tem tudo a ver... Ele (o samaritano) fez a vontade de Deus ao ajudar o homem caído ao longo do caminho.

Ele o fez por amor a Deus e ao próximo ou apenas para cumprir uma norma?

Acreditamos que Jesus queria dizer que foi por amor a Deus e ao próximo quando contou a parábola.

Mas é possível fazer o bem sem amor no coração?

Parece um absurdo mas parece também que a lucidez de Thomas Merton captou toda a essência de Paulo quando este disse:
"Ainda que distribuísse todos os meus bens em sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, se não tiver caridade, de nada valeria!" (1Cor13,3)